Sinal vermelho: quais os alimentos naturais proibidos para cachorros!

Sinal vermelho: quais os alimentos naturais proibidos para cachorros!

De uns tempos para cá, o debate e a maior conscientização em torno do alimento atingiu até os nossos dogs. E temos de concordar: nada mais justo do que tratá-los com a mesma atenção, já que são nossos companheiros e merecem todos os cuidados.

A atenção em torno da alimentação impulsionou, inclusive, a expansão de dietas baseadas em alimentação natural. Comida fresca, com ingredientes selecionados e altamente nutritiva. A melhor escolha para quem quer garantir a qualidade de vida do dog!

Contudo, existem uma série de cuidados, desde a escolha dos alimentos, até o preparo e porcionamento correto. Isso porque, além das restrições e necessidades particulares de cada cachorro, existem alguns alimentos tóxicos que podem afetar a saúde do seu cachorro.

A seguir vamos falar sobre uma lista de alimentos – entre legumes, vegetais, frutas e oleaginosas – que podem ser nocivos à saúde do dog e sobre a importância de contar com o auxílio de profissionais para balancear a dieta.

Conheça os alimentos proibidos para cachorros

É inegável que a alimentação natural traz benefícios ao seu dog. Mas para isso é necessário que a dieta seja planejada, de acordo com a quantidade e a escolha dos alimentos corretos.

Abaixo vamos listar alguns alimentos proibidos e que não devem ser oferecidos aos cachorros. Siga na leitura e tome nota!

Nozes

A maior parte das oleaginosas, como as nozes, podem fazer mal ao seu cachorro.

Isso porque o trato gastrointestinal do animal não é acostumado a lidar com a digestão desse tipo de alimento.

Além das nozes, que devem estar fora da dieta, a macadâmia é outra oleaginosa que pode, inclusive, ser tóxica ao organismo do cachorro.

Quando o assunto são as amêndoas, também é preciso evitar. O consumo pode gerar irritabilidade do intestino.

Alho

Alho é um alimento altamente tóxico para os cachorros e não deve ser misturado em hipótese alguma no preparo da comida.

Cebola

Tanto a cebola com o aipo e a cebolinha também devem ficar de fora da dieta.

Além de serem ingredientes fortes e pesados para a digestão, a manipulação desses alimentos crus na dieta pode favorecer o acúmulo e a hospedagem de bactérias.

Comumente usada para temperar as comidas, assim como o alho, a cebola é nociva à saúde do cachorro.

Abacate

Em muitas culturas ao redor do mundo, o abacate é um ingrediente extremamente valorizado. Das culinárias tradicionais às invenções veganas é cultuado por seu alto valor nutricional e seus óleos.

Mas no caso dos cachorros, o abacate pode comprometer o funcionamento do intestino porque contêm uma substância chamada persina, toxina fungicida que fica na polpa da fruta – assim, deve ficar fora da lista de alimentação natural para dogs.

Uva

Pelo tamanho parece inofensiva. Mas a comunidade de especialistas que se detém a analisar alimentos proibidos para cachorros adverte: o consumo pode estar relacionado a um quadro de insuficiência renal.

Vômito, diarreia e fadiga excessiva são alguns dos sintomas que demonstram a influência da uva na desregulação do organismo.

Chocolate

Não é novidade: chocolate é proibido para cachorros.

Fora o alto teor de açúcar, o que já é pouco recomendado para o consumo dos dogs, os chocolates, em geral, contêm cafeína e teobromina, altamente tóxicos ao organismo dos dogs.

Qualquer tipo de chocolate deve ser vetado da dieta: em barra, biscoitos, cookies, brownies e em forma líquida.

A importância de balancear a dieta

Para fugir dos alimentos proibidos para cachorros e suas consequências, preservando o bem-estar e qualidade de vida do seu dog, a ElevenChimps aposta em uma dieta balanceada, desenvolvida de forma personalizada para o seu dog. E sem adição de conservantes.

Aqui contamos com uma equipe de veterinárias e nutrólogas encarregadas de elaborar a dieta a partir das informações concedidas pelos tutores – antes de iniciar o consumo da comida natural, todos os tutores são convidados a preencher um formulário completo com todas as informações importantes do dog.

Esse perfil, que vai das preferências alimentares aos hábitos de vida, ajuda a traçar a dieta daquele cachorro em particular baseada em suas necessidades.

Assim, você tem a garantia de estar oferecendo uma refeição natural sob medida – e livre de alimentos proibidos para o seu cachorro.

Oferecer alimentação natural é uma demonstração de carinho por seu dog, que passa a viver de modo mais saudável e feliz. Saiba mais acessando as respostas para algumas perguntas frequentes sobre o assunto, na parte de baixo desta  nossa página!

Compartilhe