Dicas de alimentação natural para refrescar os dias quentes de seu cachorro

Dicas de alimentação natural para refrescar os dias quentes de seu cachorro

Notícias sobre recordes de temperatura alta tem se tornado cada vez mais comuns em toda parte do mundo. Associado a essas notícias recebemos constantemente avisos sobre o que devemos fazer para nos refrescar, o que devemos comer, quais alimentos e atividades devemos evitar, sempre pensando no bem-estar das pessoas.

Mas você já parou para pensar que essas altas temperaturas afetam também o bem-estar e a saúde do seu dog? E que, diferente de nós, eles não conseguem pegar a água gelada no refrigerador, ligar o ar condicionado, ou então abrir a geladeira e pegar uma alimentação natural para aliviar o calor extremo?

Pois é… Se você deseja deixar seu cachorro mais confortável no período de temperaturas mais quentes, este artigo vai te dar muitas ideias interessantes.

Porque os dogs comem menos nos dias de calor

Nas épocas quentes do ano, assim como nos humanos, o metabolismo dos cachorros fica mais lento. Uma estratégia evolutiva faz com que eles comam menos porque a digestão é um dos processos que mais geram calor no corpo (chamamos de incremento calórico), o que em dias quentes causa desconforto – comer menos é natural, mas deixar de comer, não.

Essa redução do apetite visa também minimizar a necessidade da concentração de sangue na região abdominal, onde ocorre a digestão, já que para aliviar o calor corporal, um mecanismo natural do corpo faz com que o sangue circule mais rapidamente nas regiões periféricas, ou seja, próximo à pele. Porém, se o cachorro estiver com a barriguinha cheia, tanto a digestão quanto essa troca de calor com o ambiente serão comprometidas.

Entendendo esse mecanismo de defesa do corpo do seu dog, uma boa alternativa para evitar que eles fiquem sem comer é fornecer a alimentação em horários mais frescos do dia, como nos períodos da manhã ou da noite, por exemplo.

Hidratação e alimentação natural: conforto e bem-estar

Outro ponto importante com que devemos nos preocupar nessas estações quentes é com a hidratação e com a alimentação – a alimentação natural, por exemplo, têm muito mais umidade do que a comida industrializada.

Para promover uma boa hidratação os bebedouros devem estar limpos e a água sempre fresca, mas há outras forma de hidratar de modo saudável e gostoso:

  • uma alternativa super prática é colocar pedras de gelo na água, o que vai ajudar a hidratar e refrescar o seu cachorro;
  • também é possível fazer cubinhos de gelo com sucos naturais de frutas ou água de coco e oferecer para seu dog ficar lambendo – ele se diverte, se refresca e mantém a hidratação ideal.

Oferecer frutas, legumes ou vegetais frescos – que têm, no mínimo, 60% de água em suas composições – também é uma boa saída porque, além de nutrir, ajudarão a hidratar os dogs nos dias mais quentes do ano.

Mas cuidado! É muito importante contar com orientação profissional antes de inserir novo alimento na dieta do seu dog. Algumas frutas podem fazer muito bem à saúde dele, mas outras podem ser nocivas, causando náuseas, vômitos, diarreias, comprometimento de sistemas renal e nervoso, entre outros sérios problemas.

É claro que o segredo está no bom senso. Até os melhores alimentos, se oferecidos exageradamente, poderão fazer mal. Não é porque a maçã é ótima que você vai exagerar na quantidade oferecida.

A recomendação é que a quantidade de petiscos não ultrapasse 10% da quantidade da comida que seu cachorro recebe – por exemplo: animais que recebem 300g de alimentação natural, podem receber em torno de 30g de petiscos. Assim você também garante que seu companheiro não fique acima do peso.

Outra dica muito importante para seu dog passar pelos dias quentes sem sofrer tanto com o estresse térmico é a substituição da dieta seca convencional por uma alimentação natural balanceada, com ingredientes frescos e de qualidade, altíssimo teor de umidade, ajudando a hidratar o animal mesmo que ele seja pouco adepto à ingestão direta de água.

Sem contar que ela também pode ser oferecida fresquinha, desde que o dog não apresente problemas digestivos.

A alimentação natural elaborada por veterinárias nutrólogas da ElevenChimps é feita com ingredientes frescos, cuidadosamente selecionados e preparados no vapor. Além disso, as refeições são personalizadas e porcionadas considerando características  e necessidades de cada cachorro.

Pensando no conforto dos cachorros, todos os cuidados acima podem ser empregados sem medo de exagerar, afinal, passar calor não é nada agradável.

Cabe aos tutores pensar sempre no conforto de seu cachorro, portanto, no verão extremo, use sua criatividade e proporcione ao seu melhor amigo muito bem-estar e hidratação. E ao escolher a melhor refeição, opte pela alimentação natural ElevenChimps: mais saúde para seu cachorro e praticidade no seu dia a dia.

Aproveite para ver nosso vídeo com dicas para o bem-estar de seu dog no verão – clique e descubra!

Compartilhe